3º Domingo do Advento - Misericórdia

Compartilhamento

3º Domingo do Advento

Misericórdia

 

1. Faz um pequeno momento de silêncio. Contempla as duas velas acesas (esperança e gratidão) e traz à memória do coração o que estas duas semanas do Advento suscitaram em ti, na tua vida, história, relacionamentos, lugares, quotidianos… renova dentro de ti os convites que estas duas velas-palavras te pediram…
No terceiro domingo do Advento, a alegria por uma luz que vem e que já não tarda é movimento interior que desperta o coração dos sequestros e dos cansaços deste tempo, cheio de luzes fora, mas não dentro. Um menino Deus, rosto da simplicidade de Deus e da sua misericórdia deseja te abraçar e cobrir com a leveza da sua luz.
2. Leitura: nascimento de Jesus e anúncio aos pastores: Lc 2, 1-20
3. Momento de silêncio
4.
Reflexão:
O tempo do Advento abre-nos e prepara o coração para a contemplação do verdadeiro rosto de Deus misericordioso. Um menino pobre de Belém é o rosto da misericórdia que Deus oferece a cada coração-pessoa. Um lugar escondido, sozinho no meio da noite é revelado aos simples e enche-se de luz.
Há uma boa notícia proclamada por um coro de anjos que enche a noite de hosanas. Desperta os sonolentos e impele-os para o centro da luz, atraídos pela glória que enche a noite.
Acompanha interiormente este movimento da escuridão para o centro da luz. Para o acolhimento da suavidade de Deus que se revela na encarnação do Filho e se oferece como bondade e ternura.
Deixa que o teu coração desperte para este movimento de rebaixamento(fazer-se menor) de Deus. O mesmo movimento ajudar-te-á a descer a tantas realidades difíceis e desafiadoras, necessitadas de uma companhia, de uma palavra, de uma luz nova.
Em tempo de proximidade do Natal e com a alegria de uma chegada como companhia, procura descobrir que “descidas misericordiosas” podes desbravar neste tempo e nesta semana.
A quem visitarás com a tua presença solícita e bondosa, mesmo que a vida e suas relações por vezes difíceis procurem erguer muros de separação e te impeçam de oferecer sequer um sorriso?
A quem entregarás uma palavra de conforto, um abraço de consolo e de alívio ou um simples silêncio de olhares?
A quem oferecerás um presente com o sabor do perdão e com a cor da misericórdia para que te pareças mais com o Deus em que dizes acreditar e que adoras e beijas na figura de um menino?

Faz memória de um ano que está prestes a terminar… recorda as realidades difíceis e os desafios enfrentados. Procura refazer interiormente e no encontro necessário-não desejado e difícil, algum afastamento, algum perdão por oferecer, alguma pressa que pede agora um tempo reparador, algum silêncio depois de palavras de discórdia.
Agradece ao Senhor este tempo que dedicaste ao silêncio. Contempla a luz da vela da misericórdia. Pede que esta luz seja na tua vida e em todos os lugares do mundo um convite incessante e um despertar para atitudes sempre novas… nascidas desde dentro, agraciadas com a luz de um menino-rosto da misericórdia de Deus.

Pe. Afonso

Veja o que Acontece na Comunidade

Acompanhe nossas redes sociais

Siga-nos pelo Facebook

Siga-nos pelo Instagram

Acompanhe nosso canal no Youtube

MÓDULOS AVANÇADOS - Instituto Eneagrama Shalom

O que estamos preparando para 2016! Você não pode perder! Programe-se!