2º Domingo do Advento - Esperança

Compartilhamento

Esperança


•    Leitura: Rm 8, 22 – 25. 15, 13
“Sabemos que toda a natureza criada geme até agora, como em dores de parto. E não só isso, mas nós mesmos, que temos os primeiros frutos do Espírito, gememos interiormente, esperando ansiosamente nossa adoção como filhos, a redenção do nosso corpo. Pois nessa esperança fomos salvos. Mas esperança que se vê não é esperança. Quem espera por aquilo que está vendo? Mas, se esperamos o que ainda não vemos, aguardamo-lo pacientemente. Que o Deus da esperança vos encha de toda alegria e paz na fé, para que transbordeis de esperança, pela força do Espírito Santo”

•    Silêncio
•    Reflexão

Numa Eucaristia celebrada na Casa de Santa Marta em Outubro, o Papa Francisco falou sobre o encontro com Jesus será o motivo da  esperança cristã Ao falar sobre a esperança, o Papa explicou: “Vem-me à mente, quando penso na esperança, uma imagem: a mulher grávida, a mulher que espera uma criança. Vai ao médico, mostra a ecografia e está feliz. E todos os dias toca a barriga para acariciar aquela criança, está à espera da criança, vive esperando aquele filho”. Esta imagem “pode nos ajudar a entender o que é a esperança: viver para aquele encontro. Aquela mulher imagina como serão os olhos do filho, como será o sorriso, como será, loiro ou moreno. Imagina o encontro com o filho.”

São Paulo convida os romanos a viver a esperança. Convida-os a encher-se de alegria e paz. Esperança, alegria e paz: está aqui três atitudes que devem orientar a vida do cristão quando olha a vida, o mundo, a si mesmo. Ter esperança não é desejar que algo aconteça, nem ter pensamento positivo. Ter esperança é confiar em Deus; é abandonar-se nas mão de Deus como a criança confia na mãe.

A vida, diz-nos Papa Francisco, é muitas vezes um deserto, é difícil caminhar na vida, mas se nos confiarmos a Deus ela pode tornar-se bonita e ampla como uma rodovia. É suficiente nunca perder a esperança, continuar a crer sempre, não obstante tudo. Quando nos encontramos diante de uma criança, talvez possamos ter muitos problemas e dificuldades, mas o sorriso vem-nos de dentro, porque estamos perante a esperança: a criança é uma esperança! E assim devemos saber ver na vida o caminho da esperança que nos leva a encontrar Deus, o Deus que por nós se fez Menino. E far-nos-á sorrir, dando-nos tudo!

•    Ação: Como vives a esperança na sua vida? Como cristão, és sinal de esperança na vida dos outros, no trabalho, na faculdade, na família…? Que gestos e atitudes de esperança poderíamos realizar ao longo desta semana?

 

Veja o que Acontece na Comunidade

Acompanhe nossas redes sociais

Siga-nos pelo Facebook

Siga-nos pelo Instagram

Acompanhe nosso canal no Youtube

MÓDULOS AVANÇADOS - Instituto Eneagrama Shalom

O que estamos preparando para 2016! Você não pode perder! Programe-se!